RÁDIO MELODIA CABUGI AO VIVO

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Ministro Tarcísio Gomes confirma estudos para a duplicação da BR-304 NÃO FOI O DEPUTADO (a) FOI O Ministro Tarcísio Gomes CONFIRMANDO

 



Fonte: BG Imagem: reprodução/Twitter

O Ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes confirmou que a duplicação da BR-304 está nos planos do governo Jair Bolsonaro.

Em resposta a um seguidor no Twitter, o ministro afirmou que estuda a ‘concessão da BR-116/304 entre Fortaleza e Natal’ com as obras de duplicação e adequação da BR-304.

Segundo Tarcísio, a expectativa é que a licitação seja realizada em 2022.



VÍDEO: Golpe do boleto falso: saiba como identificar documento para não cair em armadilhas

 

Fonte: O GLOBO 

O golpe do boleto falso – prática que envolve falsificação de cobranças para pagamento cair na conta bancária do criminoso – vem fazendo muita gente perder dinheiro.

Durante a pandemia, os golpes financeiros aumentaram em 300% no mundo inteiro, de acordo com dados do FBI. Só no Brasil, a armadilha cresceu em 45%, segundo a FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos). O perito digital Marcelo Nagy esclarece como a fraude funciona:

“Eles [criminosos] abrem uma conta e conseguem permitir depósitos através de transferências bancárias ou através de um número de boleto registrado, que tem oito grupo de números.”

Confira as dicas e fique atento!

A primeira coisa é entender que o código de barras, que a gente chama de conta de consumo, é diferente de um código de barras de um boleto de registro. Uma conta de consumo (água ou luz, por exemplo) tem quatro grupos de número e o último grupo possui só 12 dígitos.

O boleto de registro tem oito grupos de números, com 14 dígitos. (VEJA VÍDEO AQUI EM MATÉRIA NA ÍNTEGRA).

O código do banco, composto por três dígitos, também é um dado a ser observado. Na dúvida, pesquise na internet o código bancário do credor. Cada banco tem o seu código específico.

O boleto original precisa ter três itens básicos: nome do pagador (com os dados de quem vai pagar a conta), código do banco e CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) da empresa. Cuidado com o CNPJ porque golpistas podem abrir empresas falsas. No site da Receita Federal é possível consultar gratuitamente a numeração do CNPJ e saber de a empresa existe.

Os últimos dígitos do código de barras do boleto verdadeiro são correspondentes ao valor da conta. Ou seja, o final dele é exatamente o valor da conta que deve ser paga.

Veja foto que diferencia o boleto de registro e a conta de consumo, e saiba como identificar o boleto verdadeiro

“O boleto de registro tem um grupamento de número, só que tem oito conjuntos de números. Se você olhar o último agrupamento e contar, tem 14 números. Essa é a principal diferença do boleto. Os pontos em um boleto servem para entender quando acaba um agrupamento e começa o outro”, avisa Marcelo Nagy.

Boleto verdadeiro deve ter código do banco, dados do pagador e CNPJ verdadeiro da empresa — Foto: Globo

Em caso de dúvida se um boleto é verdadeiro ou falso, nunca entre em contato com o telefone que está na conta suspeita que você recebeu. “Às vezes, eles colocam até 0800. Quem atende é a central do golpista”, alerta o perito digital. Pesquise o número na internet e busque outras formas de contato com a empresa. Tenha cuidado também com sites fraudados. Os golpistas podem publicar links falsos.



Nasa anuncia missão para levar a primeira mulher à Lua em 2024

 

Fonte: Jovem Pan 

A Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, anunciou nesta semana os planos para uma nova missão à Lua que vai incluir um homem e uma mulher. O pouso na superfície lunar deve acontecer em 2024, na missão Artemis 3, terceira fase do Programa Artemis.

“Com o apoio bipartidário do Congresso, nosso esforço do século 21 para a Lua está bem ao alcance da América”, disse o administrador da Nasa, Jim Bridenstine. “Estamos voltando à Lua para descobertas científicas, benefícios econômicos e inspiração para uma nova geração de exploradores. À medida que construímos uma presença sustentável, também estamos construindo um impulso em direção aos primeiros passos humanos no Planeta Vermelho [Marte]”, completou.

Antes disso, a Nasa vai lançar dois testes de voo ao redor do Centro Espacial Kennedy para verificar o desempenho, suporte de vida e capacidades de comunicação do foguete e da cápsula onde viajarão os astronautas. A primeira missão está programada para 2021, sem astronautas, e a Artemis 2 terá tripulação, em 2023. Ambas serão realizadas no Sistema de Lançamento Espacial (SLS) e na espaçonave Orion.

A agência também planeja construir uma infraestrutura na Lua para expedições mais longas com mais tripulação. A Nasa voltará a levar um homem à Lua depois de 55 anos. A primeira vez que o homem pisou na Lua foi em 1969, com a missão Apollo 11. Pelo mesmo programa, em 1972, a Nasa realizou a última viagem tripulada ao satélite.



Juros mais baixos deixam financiamento imobiliário 30% mais barato

 Caixa iguala juros e deixa de cobrar mais para financiar imóvel mais caro -  05/06/2019 - UOL Economia

Fonte: Estadão 

O achatamento da taxa básica de juros Selic pode até ter castigado o investidor da renda fixa, mas trouxe boas notícias para quem quer ou precisa comprar um imóvel. O ambiente de juros mais baixos estimulou as instituições financeiras a reduzir as taxas dos financiamentos imobiliários. Se em 2017 cobravam-se, em média, 11% de juros, hoje os principais players do mercado praticam taxas abaixo de 7%.

Para se ter uma ideia do impacto que isso representa, a plataforma de intermediação imobiliária Kzas simulou o financiamento de um imóvel de R$ 500 mil em dois cenários: com juros de 10,5% e 6,99%. Em ambos, a entrada é de R$ 100 mil e o saldo restante é financiado em 30 anos. No primeiro cenário, o mutuário paga uma parcela inicial de R$ 4.630,43. No segundo, esse mesmo empréstimo começa com prestação de R$ 3.369,60.

Como os bancos exigem que a primeira parcela do financiamento comprometa no máximo 35% da renda familiar, antes esse imóvel de R$ 500 mil era acessível a uma família que ganhasse pelo menos R$ 13,3 mil. Agora, a renda mínima necessária passou a ser de R$ 9,6 mil.

“Essa redução da faixa de renda exigida em quase 30% não é brincadeira. Em última análise, é como se o imóvel passasse a custar 30% menos”, diz Eduardo Muszkat, cofundador e CFO da Kzas.

Ao mesmo tempo, pelos cálculos da plataforma, os juros mais baixos permitem que aquela família com renda de R$ 13,3 mil hoje possa financiar um imóvel de R$ 700 mil – ou seja, um ganho de poder de compra de 40%. “Com juros mais baixos, famílias que não tinham acesso ao financiamento passam a ter, e as que já tinham podem fazer compras melhores”, diz ele.



Alerj aprova por unanimidade seguimento do impeachment de Wilson Witzel

 Em vídeo para deputados, Witzel afirmou que acusações contra ele são levianas

Fonte: CNN


 Em uma sessão de pouco mais de seis horas, a Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) aprovou nesta quarta-feira (23), por unanimidade (69 votos a zero), o prosseguimento do processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). 

Para que o procedimento tivesse continuidade, eram necessários 47 votos de 70 — ou seja, dois terços da Casa. 

Era previsto que Witzel fosse até a Assembleia nesta tarde para fazer sua defesa presenciamente. No entanto, ele desistiu quando parte de sua equipe já estava no Plenário da Casa. Ele fez sua sustentação oral por meio de videoconferência da residência oficial, o Palácio Laranjeiras, na zona sul do Rio. 

Witzel já está afastado do governo desde 28 de agosto, quando foi denunciado por esquemas de corrupção e desvio de recursos destinados à Saúde do estado. 

Tribunal Misto

A partir de agora, começa uma nova fase do processo: a do Tribunal Misto, formado por cinco deputados estaduais, que serão escolhidos pela Alerj; cinco desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), escolhidos por sorteio; e o presidente do TJ-RJ, Cláudio de Mello Tavares, que presidirá o colegiado e tem direito a voto de minerva. 

A indicação dos deputados estaduais que farão parte do Tribunal Misto acontecerá na próxima terça-feira, por meio de eleição. Cada parlamentar votará em cinco candidatos, e depois os votos serão somados. Os cinco primeiros serão indicados pela Mesa Diretora ao órgão. O Tribunal de Justiça ainda não anunciou como fará o sorteio de seus representantes.

Já há movimentação entre os deputados estaduais para disputar as cinco vagas a que a Alerj tem direito no Tribunal Misto. 

CNN apurou que já há oito nomes na disputa e cinco favoritos. O presidente da Comissão Especial do Impeachment, Chico Machado (PSD) é um deles, além de Dani Monteiro (PSOL), Alexandre Freitas (Novo), Anderson Moraes (PSL) e Waldeck Carneiro (PT) são os nomes que despontam nesse momento.

O órgão definirá um relator, que dará dez dias de prazo para apresentação da defesa, para votar se aceita a denúncia. Essa comissão terá 120 dias para decidir se recebem ou não a denúncia contra o governador. Nesta nova fase, serão realizadas as oitivas do processo, ouvindo acusados e testemunhas.

Se a denúncia contra Witzel for recebida, o governador terá imposto contra ele um segundo afastamento, também por 180 dias.

Isso significa que mesmo que ele consiga reverter o afastamento determinado pelo STJ, Wilson Witzel permanecerá afastado do cargo. O governador em exercício é Cláudio Castro (PSC), vice-governador eleito em 2018.

A sessão

O governador afastado falou por 60 minutos, após cinco horas de sessão, quando ouviu 28 deputados. Em seu discurso, criticou o processo, por não tê-lo permitido falar antes, fosse na Alerj ou em âmbito judicial, e defendeu a tese que teve seu direito de defesa cerceado. Ele lembrou o nome do Palácio Tiradentes, sede do Legislativo fluminense, onde acontecia a sessão, e comparou a injustiça sofrida pelo inconfidente mineiro àquela que ele próprio julga enfrentar. 

Witzel lembrou que é filho de uma empregada doméstica, negou ter apoiado à extrema-direita, lembrou as origens de outros deputados, fez e respondeu críticas nominalmente aos deputados, em relação aos discursos que escutou durante o fim da tarde e o início da noite. E dividiu com a Alerj a responsabilidade pelos erros e problemas de seu governo, seja por falta de diálogo ou de fiscalização.

Em um discurso pródigo em citações, Witzel fez referências ao Sermão da Montanha, da Bíblia, ao sofrimento de Jesus Cristo, citou teóricos da Ciência Política e, mais uma vez, a obra Como as democracias morrem, sucesso de Steven Levitsky que ganhou caráter pop no âmbito da esquerda.

Ele já tinha citado o livro por ocasião da Operação Placebo, quando a Polícia Federal fez buscas no Palácio Guanabara.

“Muitos deputados já anteciparam o voto. Fizeram dessa não uma tribuna de julgamento, mas um palanque eleitoral. A sorte dos representantes do povo ficará à sorte das idiossincrasias. Ficará a cargo daquilo que os representantes do Ministério Público definem, de forma unilateral. Deputados já foram presos. Presos e sequer foram ouvidos. Aqui estou eu agora, alvejado pela mesma hipertrofia de órgãos que deveria respeitar e zelar pelo voto popular”, afirmou o governador afastado.

Em um tom duro, chamou o ex-secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, de bandido e ladrão, rechaçou a acusação de não ter conversado com os parlamentares, por causa da frequente acusação de não ser aberto ao diálogo. “Quantos dos senhores e das senhoras foram a Palácio Guanabara e se sentaram para conversar comigo para discutir o governo? Poucos estiveram lá. Se eu sou omisso, todos os senhores e as senhoras são omissos”.

Acusação

Autor do pedido, ao lado da deputada Lucinha (PSDB), o deputado Luiz Paulo (PSDB) destacou durante a sessão que o documento reproduz páginas inteiras da decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que deflagrou a Operação Placebo.

“O relatório do deputado Rodrigo Bacellar, nas últimas páginas, diz que não há dúvidas que o processo de impeachment deve prosseguir, estando presentes todos os elementos necessários para a configuração de crime de responsabilidade. Este governador tem que ser afastado, a bem da moralidade, do serviço público, em respeito à população fluminense. Principalmente, porque é imperdoável, em tempos de pandemia, alguém assaltar os cofres da saúde. Em tempos de pandemia, corrupção é crime hediondo”, disse Luiz Paulo, durante o encaminhamento do voto.

Coautora do pedido, Lucinha também criticou a requalificação da Organização Social Unir Saúde, que estava inabilitada para celebrar contratos com o governo do estado, mas teve sua situação revertida por meio de uma assinatura do governador e as sucessivas denúncias de fraude na saúde durante a pandemia de Covid-19.

“Uma OS que tinha sido desqualificada por prestar um péssimo serviço em nove UPAs. Quando ouvimos os depoimentos (na Comissão do Covid), vimos que era uma OS montada para corrupção. Nós pudemos ver de perto a máfia que se instalou na Secretaria de Saúde. A Unir foi o ponto final do juiz sem juízo. Ela não atendia ninguém. Mas o governador requalificou, porque tinha interesses. Contrariou oito pareceres. Isso tem nome: Mário Peixoto, dono da Unir e de outras OSs que tem por aí, e que está preso”, afirmou Lucinha.

Durante a sessão, os deputados apresentaram argumentos diversos para demonstrar apoio ao relatório, de 77 páginas, do deputado Rodrigo Bacellar (Solidariedade), que já tinha sido aprovado por 24 a 0 na quinta-feira passada, na Comissão Especial do Impeachment.

Foi lembrada a requalificação da Organização Social Unir Saúde, que estava inabilitada para celebrar contratos com o governo do estado, mas teve sua situação revertida por meio de uma assinatura do governador e as sucessivas denúncias de fraude na saúde durante a pandemia de Covid-19.

Também foi criticada a política de segurança de seu governo e a ruptura com o presidente Jair Bolsonaro, ao anunciar suas pretensões de concorrer à presidência da República.

Durante toda a sessão, os parlamentares citaram ainda os contatos do escritório de advocacia da primeira-dama, Helena Witzel, com empresas ligadas ao empresário Mário Peixoto, e a suspeita de que servissem para lavagem de dinheiro por serviços não prestados.

Também foi lembrada a mudança no regime de casamento de Wilson e Helena, que passou para comunhão universal de bens, transformando os dois patrimônios em um só. Tudo isto está no inquérito em curso, avaliado pelo STJ, na investigação que começou apurando as irregularidades nos gastos da Saúde.



terça-feira, 22 de setembro de 2020

TST determina fim da greve dos funcionários dos Correios

 

Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários dos Correios e o retorno ao trabalho a partir de amanhã (22). O tribunal julgou nesta tarde o dissídio de greve dos trabalhadores da estatal, que estão parados desde 17 de agosto, diante das discussões do novo acordo coletivo. Por maioria de votos, os ministros da Seção de Dissídios Coletivos consideraram que a greve não foi abusiva. No entanto, haverá desconto de metade dos dias parados e o restante deverá ser compensado. Além disso, somente 20 cláusulas que estavam previstas no acordo anterior deverão prevalecer. O reajuste de 2,6% previsto em uma das cláusulas foi mantido.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), a greve foi deflagrada em protesto contra a proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. Segundo a entidade, foram retiradas 70 cláusulas de direitos em relação ao acordo anterior, como questões envolvendo adicional de risco, licença-maternidade, indenização por morte, auxílio-creche, entre outros benefícios.  Durante a audiência, os advogados dos sindicatos afirmaram que a empresa não está passando por dificuldades financeiras e que a estatal atua para retirar direitos conquistados pela categoria, inclusive os sociais, que não têm impacto financeiro.

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Forte 'Medicane' mira na Grécia, alerta emitido para tempestade tipo ciclone

 Image

Fonte: FOX NEWS

Organização Meteorológica Mundial (OMM) disse que o forte sistema tropical está seguindo em direção à Grécia, ameaçando trazer ventos destrutivos , chuvas torrenciais e inundações .

sistema de tempestades se deslocou da costa norte da Líbia na terça-feira e passou pelo Mar Mediterrâneo , onde se fortaleceu.

Antes da tempestade, o serviço meteorológico nacional da Grécia emitiu um Alerta Vermelho, o mais alto disponível para ventos, chuva e condições de tempestade, antes de sua chegada.

Image

Met Office do Reino Unido disse que a tempestade está se intensificando lentamente e que deve virar para o sul antes de atingir a costa da Grécia na sexta-feira.


"Chuvas fortes e ventos fortes são esperados sobre partes do sudoeste da Grécia nos próximos dias", disse o Met Office .

O termo "medicano" é uma combinação das duas palavras "Mediterrâneo" e "furacão" devido à localização da tempestade.

De acordo com o Washington Post , isso ocorre porque ciclones tropicais são inéditos no Mediterrâneo devido ao fato de não estarem nos trópicos e a temperatura da água geralmente não ser quente o suficiente para alimentar uma tempestade.

Mas, em raras ocasiões, esses sistemas podem se formar devido às altas temperaturas da superfície do mar.




quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Amazon, FedEx e Magazine Luiza estão interessadas em comprar os Correios

 Amazon, FedEx e Magazine Luiza estão interessadas em comprar os Correios,  diz ministro das Comunicações | GazetaMT

Fonte: Conexão Política

Em transmissão ao vivo realizada pelo site de investimentos Traders Club, na última quarta-feira (16), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que existem empresas interessadas em adquirir a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios), estatal federal responsável pela execução do sistema de envio e entrega de correspondências no país.

O ministro citou algumas das corporações que já manifestaram interesse. São elas: a Amazon, a Magazine Luiza, a FedEx e a DHL.

Faria disse ainda que será enviado um projeto ao Congresso Nacional para que os parlamentares aprovem a venda da estatal. Ele adiantou que, entre os pontos a serem discutidos no texto, está o controle acionário e quais serão as obrigações de quem assumir a companhia pública, que hoje detém o monopólio do setor no Brasil.

“Já existem pessoas, grupos interessados na aquisição dos Correios. Então, isso é importante, porque não teremos um processo de privatização vazio. […] A Magalu [Magazine Luiza] é um deles. A Amazon, a DHL e FedEx também”, relatou.

“Nós iremos privatizar os Correios, está na ‘ordem do dia’. Eu vou conversar pessoalmente com os parlamentares e líderes do Congresso. Estamos vivendo num momento em que todos precisam dar o seu melhor, não pode paralisar um serviço que entrega em todo lugar, inclusive equipamentos de higienização que ajudam no combate à Covid-19”, acrescentou o ministro, citando o déficit da empresa e as sucessivas greves de funcionários.



“O Lado Oculto Do Império” – (VÍDEO): Globo fez pacto com Sérgio Cabral para garantir transmissão das Olimpíadas, destaca reportagem da Record

Confissões inéditas do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, contadas à Polícia Federal, revelam que o grupo Globo sabia do esquema criminoso de compra de votos envolvendo o estado e o Comitê Olímpico Internacional – para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos jogos de 2016. Se aproveitando da relação próxima com Cabral, os executivos da Globo fizeram um pacto: assegurar, a qualquer custo, a compra exclusiva dos direitos da Olimpíada. O medo era perder, mais uma vez, o direito de transmissão para a concorrência. Assista à integra da terceira reportagem da série O Lado Oculto do Império.

R7 

Investigação sobre Felipe Santa Cruz racha OAB

 

Fonte: O antagonista 

A investigação sobre possíveis irregularidades na decisão de Felipe Santa Cruz de conceder pensão a um ex-funcionário da OAB causou um racha no Conselho Federal da entidade, que reúne representantes da advocacia das 27 unidades da federação.

Ontem, os presidentes das seccionais da Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina não ratificaram uma nota de apoio lançada pelos dirigentes dos demais estados a Santa Cruz.

A nota diz que o presidente da OAB é “possuidor de confiança e exerce com firmeza a liderança da advocacia e da sociedade brasileira, propugnando pela defesa dos valores democráticos e republicanos”.

A opinião está longe da unanimidade dentro da classe.



Trecho da marginal da BR-101 na divisa entre Natal e Parnamirim será interditado nesta sexta-feira; veja alteração no trânsito

 

Fonte: BG

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Rio Grande do Norte (Dnit-RN) informa que nesta sexta-feira(18) um trecho da via marginal da BR-101, próximo às lojas Leroy Merlin e Toyolex, na divisa entre Natal e Parnamirim, será interditado a partir das 7h. De acordo com o órgão, o motivo é a realização de um serviço em uma estrutura metálica para pedestres que será lançada.

Segundo Dnit-RN, a interdição acontecerá apenas na marginal, no sentido Natal/Parnamirim da pista. Em decorrência, haverá um desvio e os carros poderão acessar a Rua Cidade do Sol – uma das entradas do conjunto Cidade Satélite -, de onde vão ter a opção de fazer o retorno no Viaduto de Emaús ou seguirem em direção ao município de Parnamirim e demais localidades.

O órgão pediu compreensão dos motoristas para realização do serviço, alertando sobre a necessidade de reduzirem a velocidade para que o tráfego aconteça de maneira segura.



Brasil terá maior fábrica de vacinas da América Latina

 

Covid-19: Fiocruz amplia capacidade nacional de testagem


Fonte: Agência Brasil 

A Fundação Oswaldo Cruz e a Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin) assinaram hoje (17) acordo para instalação da maior fábrica de vacinas da América Latina. O Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde vai ocupar uma área de 580 mil metros quadrados e terá capacidade de produção de 120 milhões de frascos de vacinas e biofármacos por ano e será instalada em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.

As vacinas contra meningite, hepatite e tríplice bacteriana, que atualmente são importadas, vão passar a sair do polo. O acordo prevê a construção de nove prédios e a inauguração está prevista para 2023 e deverá gerar 5 mil empregos diretos. O complexo será responsável por toda produção de vacinas da Fiocruz, inclusive a de covid-19, quando esta for aprovada.



Polícia Federal investiga suposta fraude nos Correios no Maranhão

 Polícia Federal

Fonte: Agência Brasil

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram hoje (17) uma operação contra um suposto grupo criminoso suspeito de fraudar os Correios em oito cidades do Maranhão, incluindo a capital, São Luís.

Setenta e quatro agentes federais que participam da chamada Operação Mercancia Postal cumprem 16 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão temporária e oito de intimação.

Os mandados judiciais foram expedidos pela Subseção Judiciária de Bacabal (MA), que também determinou o sequestro de bens dos principais investigados. Somados, os bens bloqueados atingem valor estimado em cerca de R$ 933 mil.

De acordo com a PF, a Operação Mercancia é o resultado de dois inquéritos instaurados para apurar a suspeita de fraudes em agências dos Correios nos municípios maranhenses de Barreirinhas; Bacabal; Codó; Coelho Neto; Lago Verde; Santa Inês; São Luís e São Luís Gonzaga.

A PF diz ter provas de que empregados dos Correios simulavam roubos e furtos para se apropriar de valores das agências. O mesmo grupo cobrava propina para revalidar senhas de benefícios previdenciários, atestando irregularmente que os beneficiários estavam vivos. Além disso, os investigados são suspeitos de usar CPFs irregulares para receber, do governo federal, benefícios assistenciais como o auxílio emergencial pago a pessoas afetadas pela pandemia da covid-19.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por roubo, furto, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, peculato eletrônico, falsa comunicação de crime, estelionato majorado e associação criminosa.

Em nota, os Correios informaram que estão colaborando com as investigações, já tendo fornecido à PF informações que contribuíram para a apuração das suspeitas de irregularidades. A empresa diz que é “inaceitável” a conduta de empregados que ajam contrariamente ao que estabelecem os padrões e valores defendidos pelos Correios. A empresa informa que já adotou “as medidas disciplinares que os casos requerem” e destaca que as condutas sob investigação da PF “não traduzem o comportamento de seu quadro de pessoal”.



MPF denuncia Sérgio Cabral e mais dois por corrupção passiva e ativa

 

Fonte: Jovem Pan

Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma nova denúncia contra o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, seu operador financeiro, Luiz Carlos Bezerra, e o dono da construtora Macadame, Maciste Granha de Mello Filho, por corrupção passiva e ativa. Segundo a denúncia, os registros contábeis de Bezerra apreendidos na operação Calicute mostram que Maciste efetuou, entre os anos de 2011 e 2017, ao menos oito pagamentos à organização criminosa de Cabral, em valores entre R$ 25 mil e R$ 100 mil, totalizando mais de R$ 550 mil.

A construtora de Maciste tinha contratos com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER/RJ) para executar obras estaduais. Somente nas obras da rodovia RJ-125 a empresa recebeu R$ 118 milhões. Os valores teriam sido pagos em espécie diretamente a Bezerra. “Como se vê, o denunciado Sérgio Cabral, no exercício do seu mandato como governador do Estado do Rio de Janeiro, solicitou, aceitou promessa e efetivamente recebeu vantagem indevida para exercer o seu cargo com especial atenção para os interesses privados do denunciado Maciste Granha de Mello Filho”, afirmam na denúncia os procuradores da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Maciste era vizinho de Sérgio Cabral e mantinha laços com outros membros da organização. Existem registros de participação do empresário em eventos sociais como o aniversário de Sérgio de Castro Oliveira, outro operador financeiro do ex-governador. O MPF também denunciou Maciste por organização criminosa.



quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Crédito com juros menores para microempresários movimenta R$ 7 milhões

 Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real

Fonte: Agência Brasil

Uma parceria entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Caixa Econômica Federal viabilizou a assinatura de 35 contratos, no valor total de R$ 7 milhões, com o apoio dos fundos Garantidor para Investimentos (FGI) e de Garantia de Operações (FGO), para micro e pequenos empresários de todo o país.

Entre os benefícios, as linhas de financiamento possibilitaram uma redução dos juros de até 28%, se comparada à taxa de balcão, além de carência de até 60 meses para pagamento. Os recursos podem financiar capital de giro e bens de consumo duráveis. Os interessados podem acessar aqui a página eletrônica da parceria, que está aberta a novos empréstimos.

De acordo com a CNI, os R$ 7 milhões representam a soma dos R$ 5,3 milhões liberados na fase piloto do projeto, em julho, com recursos do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), e de R$ 1,7 milhão operacionalizados pela rede do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), presente em 22 estados, desde o lançamento da parceria, em 25 de agosto. 

Além das condições especiais de juros e pagamento, as indústrias que contratarem o financiamento contarão com o apoio de profissionais especializados do NAC para orientação financeira a fim de identificar a melhor alternativa de crédito ofertada.

O pacote de benefícios inclui ainda o Cartão Empresarial, com isenção da primeira anuidade para empresas com domicilio bancário de recebíveis na Caixa e seis meses de isenção total ou 12 meses com 50% de isenção para adesão na cesta de serviços para novos correntistas ou correntistas sem cesta.

Essas condições estão sujeitas à análise de risco de crédito e disponibilidade de recurso, bem como são válidas para empresas que tenham 12 ou mais meses de faturamento e garantias compatíveis com as exigidas, que variam de acordo com a linha de crédito, informou a CNI.

O programa oferece três linhas de crédito: Capital de giro pós-fixada, destinada a empresas com faturamento anual fiscal superior a R$ 360 mil, com juros a partir de 0,83% ao mês mais Taxa Referencial (TR), prazo de até 60 meses e carência automática de três meses; Capital de giro prefixada, voltada a micro e pequenas empresas, com juros a partir de 1,19% ao mês, prazo de 48 meses e carência automática de três meses; e BDC – Bens de Consumo Duráveis com taxa pós-fixada, com juros a partir de 0,92% ao mês, prazo de até 60 meses e até seis meses de carência.

Para ajudar o empresário a escolher qual a melhor opção, a CNI produziu cartilhas com orientações. Em seu portal, a CNI também oferece atendimento personalizado por profissionais, diretamente no canal do NAC.



terça-feira, 15 de setembro de 2020

Adiar as eleições municipais agora? A politicagem vai imperar CORONA SE FOI CHAAAAAAAAAAAAMMMMAAAAAAAAAAAA

 

Candidatos para todos os gostos - ac24horas.com - Notícias do Acre

Fonte: Novo Eleitoral

O mundo inteiro apavorado com a evolução do Coronavírus e aqui alguns, mais uma vez, somente pensam em seus umbigos. É muito triste como muitos dos políticos de nosso país são verdadeiramente uns patifes para não usar um termo mais forte, pois tecnicamente não se deveria, nesse momento, pensar em adiar algo que pode até vir a acontecer, porém temos que viver essa crise de forma atual e gradativa e o mais importante com muita responsabilidade, equilíbrio, ponderação e principalmente republicanismo, qualidade que tem faltado, infelizmente, a maioria de nossos políticos.

Não sou daqueles críticos que demonizam a política e acham que a solução dos problemas está fora dela, mas não deixarei nunca de fazer a crítica que reputo correta como cidadão e sem apontar ninguém em concreto à classe política, que muitas vezes é oportunista e nesse caso nos parece muito claro o seu patente interesse em prorrogar os atuais mandatos, logo se esse é o interesse e talvez seja legítimo discutir por outros fundamentos e não utilizar uma pandemia, que precisa de todos os esforços e a devida concentração ao problema em si!

Sob a ótica que nos interessa, como inclusive alguns políticos mais sensatos já se posicionaram, não há qualquer razão fática para, nesse momento, querer decidir pelo adiamento das eleições municipais e nem muito menos jurídico, pois as fases essenciais do processo eleitoral em que nos encontramos, mesmo com a suspensão operada pela resolução 23.615 do TSE não são diretamente atingidas e podem até ser no futuro, mas nesse exato momento isso não ocorre.

Não podemos nos antecipar aos fatos, e mesmo sabendo que o enfrentamento à pandemia demorará mais algum tempo, o próprio Ministro da Saúde em conversa com o futuro Presidente do TSE, foi claro em dizer que só teria uma posição mais definitiva em torno de três ou quatro semanas, daí indagamos, porque temos de decidir isso agora?

Não há qualquer resposta sensata para o questionamento e na realidade o que a gente vê, infelizmente, é o império da politicagem para manutenção do poder pelo poder que reina absoluto ainda em nossa política e que somente como nação desenvolvida que queremos ser, tal prática precisa ser extirpada, pelo menos como regra geral, e isso não é fácil, contudo o que depende de mim, continuarei denunciando como cidadão preocupado em conscientizar os brasileiros que a sua educação política melhorará o país como um todo e atenderá ao final as necessidade de nossa sociedade.

Enfim, quando se chegar pelo menos perto do prazo de registro de candidatura e começar a chamada pré-campanha, já que, por exemplo, o financiamento coletivo autorizado pela recente reforma pode e deve ser feito pela internet, não conseguimos vislumbrar, necessidade, de se discutir o tema do adiamento das eleições municipais!

Agora, quem deve realmente mudar a regra atual, como muito bem já enunciou alguns Ministros do TSE, em especial o seu futuro Presidente Barroso é o Congresso Nacional e que o faça de modo republicano como se espera de todo político e não por interesses escusos, já que as atenções, do momento, devem ser tão somente para a pandemia, aproveitando para clamar aos nossos governantes que se unam, na prática, contra tal inimigo, já que o povo não aguenta vê tantas medidas desconexas e não saber o que cumprir.

Portanto, precisamos tanto de liderança com exemplos uniformes quanto de posturas consentâneas com os valores constitucionais que devem guiar o povo brasileiro e não atitudes mesquinhas que têm primado nos últimos anos nossa política e levou tanta gente para a cadeia. E depois a culpa de tudo isso é dos Juízes e demais agentes que combatem a corrupção!