quarta-feira, 18 de novembro de 2015

NEPOTISMO: deputado empregou a tia com salário de R$ 14 mil


Crédito: Breno Fortes/CB/D.A Press.

Fonte: Correio do Póvo

O Ministério Público do DF entrou com ação de improbidade administrativa contra o deputado distrital Cristiano Araújo (PTB). Ele é acusado de nepotismo, já que empregou a tia no próprio gabinete.  Segundo a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep), o parlamentar nomeou Ana Lúcia de Melo, casada com o tio de Cristiano, Artur Nogueira, irmão da sua mãe. Ela tomou posse em janeiro com salário de R$ 14.136,21. No momento de assumir o cargo, Ana Lúcia assinou uma declaração em que afirmou não ter parentesco com o deputado.
“Por atuar diretamente com a possibilidade de ofertar cargos a pessoas em seu gabinete parlamentar, é ínsito o dever cívico de informar-se sobre os contornos do exercício de seu mandato e de todas as nuances que dele decorrem, incluindo-se aí a análise acurada acerca de temas como o nepotismo e a reflexão sobre os valores ético-sociais que devem circundar a vida de qualquer gestor público”, alegaram os promotores que assinam a ação de improbidade.