quarta-feira, 18 de novembro de 2015

JUSTIÇA FEDERAL DO RN COMEÇA HOJE OS DEPOIMENTOS DE TESTEMUNHAS E RÉUS DA OPERAÇÃO ASSEPSIA

Miguel

Fonte: De Fato 

Estão ocorrendo os depoimentos das testemunhas e interrogatórios dos réus da segunda fase da operação Assepsia, onde o Ministério Público denuncia um suposto esquema de corrupção na Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Natal. Na última terça-feira, 17, foram ouvidas as testemunhas de acusação. Nesta quarta pela manhã serão as testemunhas de defesa e na tarde dessa quarta-feira começarão os depoimentos dos réus.

O processo da Operação Assepsia está dividido em quatro. O núcleo político já teve os seus depoimentos realizados pelo Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior, da 2ª Vara da Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Agora é a vez do núcleo empresarial que tem oito réus. Outros dois processos sobre essa mesma operação tramitam na Justiça Federal do Rio de Janeiro.

Todos os réus serão ouvidos amanhã. No entanto, Jonei Anderson Lunkes e Risiely Renata da Silva Lunkes serão ouvidos por videoconferência, já que estão em Concórdia, no Estado de Santa Catarina.
Além deles, também são réus nesse processo: Rosimar Gomes Bravo de Oliveira, Antonio Carlos de Oliveira Júnior, Bruno Tourinho Guimarães Correia, Mônica Simões de Araújo e Nardelli, Leonardo Justin Carap e Elisa Andrade de Araújo.
A Operação Assepsia foi deflagrada em 2012 e investiga ilegalidades cometidas em contratos da Associação Marca pela Prefeitura de Natal, durante a gestão de Micarla de Sousa. De acordo com o Ministério Público, o esquema funcionou entre os anos de 2010 e 2012 e desviou R$ 24 milhões em recursos destinados à Saúde.

Entre os réus estão a ex-prefeita Micarla de Sousa, o ex-marido dela, Miguel Webber, o ex-secretário de Saúde Thiago Trindade e o ex-procurador geral do município Bruno Dantas.