quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Rio Grande do Norte registrou apenas nove casos de microcefalia de 2010 a 2014


Com a malformação, os  bebês nascem com o perímetro cefálico menor que a média

Fonte: Tribuna do Norte 

Os dados divulgados, ontem (17), pelo Ministério da Saúde, mostram que apenas nove casos de microcefalia foram notificados no Rio Grande do Norte de 2010 a 2014. Números bastante inferiores aos registrados em 2015. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap), 47 casos da doença já foram diagnosticados, desde o mês de agosto deste ano, no estado. 

Segundo o Ministério da Saúde, apenas dois casos de microcefalia foram registrados em solo potiguar em 2010 e 2011, quatro em 2012, nenhum em 2013 e somente um em 2014. Situação bem diferente da vivida atualmente.As estatísticas mostram que o Rio Grande do Norte é o segundo estado com mais casos de microcefalia notificados em 2015. O quadro é ainda mais preocupante em Pernambuco.
Até ontem, Pernambuco registrava 268 casos este ano (em 2010, foram 7; 2011, 5; 2012, 9; 2013, 10; e 2014, 12). Sergipe teve 44 diagnósticos de microcefalia em 2015 (3, 1, 2, 0 e 2, nos anos anteriores). Esse ano, também houve registro da doença em Paraíba (21), Piauí (10), Ceará (9) e Bahia (8).

Até o momento, já foram notificados pelo menos 407 casos de microcefalia, somente este ano, no Brasil. Em 2010, foram 153 registros; 139 em 2011; 175 em 2012; 167 em 2013 e 147 em 2014.