segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

TARIFA SOCIAL: Mais 11 milhões de famílias terão conta de luz reduzida em até 65%

 

Foto: André Corrêa/Agência Senado

Agora será automática agora a inclusão de famílias de baixa renda na Tarifa Social de Energia Elétrica, o que deve acrescentar mais de 11 milhões de famílias às 12,3 milhões já beneficiadas.

Podem receber a Tarifa Social de Energia famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional; idosos com 65 (sessenta e cinco) anos ou mais ou pessoas com deficiência, que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC); ou família inscrita no CadÚnico com renda mensal de até três salários mínimos, que tenha membro portador de doença ou deficiência.

A principal mudança é que, a partir de janeiro de 2022, as famílias que se enquadrem nos critérios para recebimento do benefício, mas que ainda não estejam cadastradas serão incorporadas por meio do cruzamento de dados dos sistemas do Ministério da Cidadania e das distribuidoras de energia. O cadastramento automático ocorrerá mensalmente.

A tarifa traz descontos no valor mensal do consumo das famílias beneficiadas. Para famílias que consomem até 30 quilowatts/hora, a redução é de 65%; de 31 a 100 kWh/mês, o valor fica 40% menor; de 101 kWh a 220 kWh, a redução é de 10%. Acima dos 220 kWh/mês o custo da energia é similar à dos consumidores que não recebem o benefício.

As famílias indígenas e quilombolas têm descontos maiores. As famílias inscritas no CadÚnico têm desconto de 100% até o limite de consumo de 50 kWh/mês, de 40% para consumo a partir de 51 kWh/mês, de 10% para consumo de 101 kWh a 220 kWh.

Para indígenas e quilombolas que consomem acima dos 220 kWh/mês o custo é similar à dos consumidores sem o benefício.

Segundo a Aneel, ninguém será descadastrado com a nova regra. Só deixará de receber o benefício quem deixar de atender aos critérios previstos na lei ou não fizer as atualizações cadastrais do Ministério da Economia.

Uma família pode ser impedida de se cadastrar na tarifa se ninguém da casa tiver o nome na conta de luz recebida por mês. Nesse caso é preciso procurar a distribuidora local e regularizar as informações.

Se a família estiver com o endereço desatualizado no CadÚnico também é preciso fazer a regularização. Para receber o benefício não pode haver ligação irregular de energia, também conhecido como “gato”.

Diário do Poder



CRIPTOMOEDA: Banco Central prepara moeda virtual para 2022

 

Programar uma geladeira inteligente para comprar sozinha os produtos que estão faltando ou ter os itens cobrados automaticamente quando são colocados no carrinho do supermercado sem precisar passar pelo caixa podem parecer cenas de um filme futurista. Mas são promessa do Banco Central para uma realidade não muito distante.

Depois do sucesso do Pix, o BC quer ampliar as formas de pagamento no País com o real digital, ou a versão virtual da moeda brasileira. A instituição lançou na semana passada um laboratório para avaliar possibilidades de uso e a capacidade de execução de projetos com o real digital e prevê começar testes com grupos específicos até o fim de 2022.

O real digital também tende a facilitar e baratear a criação de contratos de empréstimos personalizados, para poucos dias ou com pagamentos em meses específicos. E ainda pode favorecer a integração com sistemas de pagamentos internacionais, permitindo que se faça uma compra em outro país com conversão imediata.

Os testes, contudo, tendem a durar um bom tempo, e a moeda virtual deve demorar muito mais que o Pix para chegar ao consumidor final. O BC vai precisar criar um novo ambiente financeiro para colocá-la de pé, com todas as garantias de segurança e proteção de dados dos consumidores.

“É quase como se estivéssemos fazendo mais um sistema financeiro para funcionar acoplado ao que temos hoje”, destaca o coordenador dos trabalhos sobre o real digital no BC, Fabio Araujo.

O Banco Central já definiu algumas diretrizes para o real digital, mas espera o resultado do laboratório para fechar o desenho completo. Já está certo que a moeda virtual vai ser “idêntica” ao real em papel, mas só vai poder ser usada em transações eletrônicas e será armazenada em carteiras digitais de instituições financeiras. A moeda digital vai além do Pix ou qualquer transferência eletrônica porque permitirá movimentar reais que não existem fisicamente.

A tecnologia a ser utilizada ainda não foi definida, mas o blockchain, que é usado nas criptomoedas, como o bitcoin, é o caminho mais provável. Porém, diferentemente do bitcoin e de outros criptoativos, o real digital estará sob o controle do BC, ou seja, será uma Moeda Digital do Banco Central (CBDC, na sigla em inglês).

Saiba mais: “REAL VIRTUAL”: Banco Central quer ampliar pagamentos com moeda virtual para 2022



sábado, 4 de dezembro de 2021

9.758 LOTARAM A PRAÇA CENTRAL DE LAJES NA FESTA DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

 



Foto Reprodução  Evv Erinaldovaqueirovelho


 População Lajense e de outras cidades marcaram presença na festa de emancipação política da cidade de Lajes-RN, dados informados dão conta de que foram aproximadamente 10 mil pessoas no local  da festa que contou com a presença dos artistas locais abrindo a festa com Jeová Dantas e o grupo pagode moleque em seguida a atração mais esperada da noite Dorgival Dantas.
O mega evento superou todas as expectativas inclusive o comércio Lajense que pipocou de vendas neste início de fim de semana!



Facebook é multado em R$ 11 milhões por apagão ocorrido em outubro que também deixou Instagram e Whatsapp fora do ar

 

O Facebook Serviços On-line do Brasil – responsável pelas redes sociais Facebook, Instagram e Whatsapp – foi multado pelo Procon-SP por má prestação de serviço devido a um apagão ocorrido no dia 4 de outubro. A falha deixou os aplicativos fora do ar por cerca de seis horas e afetou mais de 91 mil consumidores brasileiros do Facebook, mais de 90 mil do Instagram e mais de 156 mil do Whatsapp.

O valor da sanção, calculada de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, foi de R$ 11.286.557,54. A empresa tem direito a apresentar defesa.

— Houve clara falha na prestação do serviço, prejudicando milhões de consumidores no Brasil e no mundo. Embora o serviço não seja cobrado, a empresa lucra com os usuários, logo, há relação de consumo — afirma Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP.

Em nota, porta-voz do Facebook no Brasil diz discordar da decisão do órgão de defesa do consumidor:

“A Meta investe em tecnologia e pessoas para manter seus serviços gratuitos e funcionando, e para tornar os seus sistemas cada vez mais resilientes. Apresentaremos nossa defesa e confiamos que nossos esclarecimentos serão acolhidos pelo Procon-SP”.

Cláusulas abusivas

Ainda de acordo com o Procon-SP, foram constatadas cláusulas abusivas nos termos de uso dos aplicativos Facebook, Instagram e Whatsapp, o que infringe o artigo 51 do Código de Defesa do Consumidor.

Há cláusulas prevendo a possibilidade de alteração unilateral do contrato por parte da empresa, como, mudança do nome de usuário da conta, encerramento ou alteração do serviço e remoção ou bloqueio de conteúdo.

O Facebook também insere cláusulas em que se desobriga da responsabilidade por problemas que possam ocorrer na prestação dos serviços, o que é abusivo já que é dever da empresa responder por defeitos e falhas decorrentes do serviço.

O Globo



Morre o empresário Amauri Fonseca

 Morre o empresário Amauri Fonseca - Blog do BG

Faleceu na tarde deste sábado (4), o empresário Amauri Fonseca, aos 82 anos.

Amauri estava internado para tratamento de um câncer.

O velório acontece no domingo (5), no Cemitério Morada da Paz às 13h e o sepultamento às 17h.

Dessa canto fica nosso abraço em Amauri filho, Betinho e todos os familiares.

BG 



LAJES SÓ TEM A COMEMORAR! PREFEITO FELIPE RECEBE CARRO COLETOR E TRATOR PARA O MUNICÍPIO

 


sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

PARABÉNS LAJES DO CABUGI!!


 

Explosão perto de estação de trem é registrada na Alemanha

 Bombeiros, policiais e funcionários na estação em Donnersbergerbrücke. De acordo com a polícia, houve um grande estrondo próximo à ponte Donnersberger, seguido de uma nuvem de fumaça, em Munique, na Alemanha.

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas em uma explosão causada por uma antiga bomba de avião perto de uma movimentada estação de trem na cidade alemã de Munique, disse a polícia nesta quarta-feira (01).

A explosão ocorreu durante obras que acontecem perto da estação Donnersbergerbrücke. Mais de 40 policiais, dois helicópteros, bombeiros e outros serviços de emergência estão no local.

“No momento não há evidências de crimes. De acordo com as investigações iniciais, temos três feridos, a área de perigo está em grande parte isolada e o tráfego de trens está bloqueado na rota principal”, disse em um primeiro momento o assessor de imprensa da polícia de Munique, Peter Werthmann.

Posteriormente, a polícia de Munique publicou no Twitter a seguinte atualização: “Durante o trabalho em um túnel próximo à estação Donnersbergerbrücke, uma bomba explodiu durante uma perfuração. Atualmente o número de feridos aumentou para 4 pessoas.”

A explosão foi causada por uma bomba antiga, disse o assessor de imprensa da polícia de Munique, Carolin Schrott, à CNN.

“Não há perigo fora da área imediata”, disse a polícia.

CNN



Programa Saúde da Família e de saúde bucal nas escolas Lajenses

 Pode ser uma imagem de 2 pessoas e pessoas em pé

Conscientização e educação mudam hábitos!
Uma equipe multiprofissional da Secretaria de Saúde, formada por agentes do Programa Saúde da Família e de saúde bucal, dá continuidade às atividades do Programa Saúde na Escola, em parceria com a Secretaria de Educação.
💙✅

Mendonça será decisivo no STF em caso de minorias e prisão em 2ª instância

 

O ex-advogado-geral da União André Mendonça tomará posse no STF (Supremo Tribunal Federal) em 16 de dezembro e assumirá a relatoria de diversos processos importantes em tramitação na corte.

Mendonça herdará o acervo de Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho, e ficará responsável pelas ações que tratam da prisão após condenação em segunda instância e pelo caso que discute se o presidente Jair Bolsonaro (PL) pode bloquear seguidores em redes sociais.

A discussão sobre a criação da taxação de grandes fortunas também será relatada por ele. Ao todo, o ex-AGU chegará à corte com 991 processos em sua mesa.

Outro caso sensível que estará sob a responsabilidade do futuro ministro é um inquérito contra o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), um dos principais aliados de Bolsonaro, responsável pela indicação de Mendonça.

Folhapress



TCE aponta falta de controle na gestão patrimonial do Governo do Estado; pelo menos 68% dos imóveis não tem registro

 

Auditoria operacional produzida pela Diretoria de Administração Direta do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) detectou falhas no controle da gestão patrimonial do Governo do Estado. Segundo a fiscalização, os mecanismos de controle são deficientes e os dados acerca dos imóveis estatais são inconsistentes. Pelo menos 68% dos imóveis do Estado não possuem registro em cartório. Em razão das deficiências encontradas, a Corte de Contas aprovou relatório, nesta quinta-feira (02), a partir de relatoria do conselheiro Gilberto Jales, com 46 recomendações à Secretaria Estadual de Administração, Controladoria Geral do Estado, Gabinete Civil e Procuradoria Geral do Estado. O Estado tem 90 dias para apresentar um Plano de Ação relativo aos achados da auditoria. A equipe técnica do Tribunal de Contas irá acompanhar, nos próximos meses, a implementação das recomendações aprovadas.

De acordo com o relatório final da Diretoria de Administração Direta, apenas 1.066 dos 3.237 imóveis cadastrados no sistema patrimonial do Estado possuem certidão positiva e/ou escritura pública. Ao mesmo tempo, o Governo gasta R$ 6,4 milhões por ano com aluguel de imóveis, valor que poderia ser economizado caso houvesse um melhor aproveitamento dos imóveis do patrimônio público. A auditoria teve como base dados dos exercícios de 2015 a 2017.

Leia a notícia completa aqui na Tribuna do Norte.




quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Médicos sul-africanos relatam sintomas leves da Ômicron: febre, tosse e dor garganta

 

Imagem: Getty Images

Cientistas ainda tentam descobrir se a variante Ômicron é mais transmissível, se está ligada a casos mais agressivos ou se escapa da proteção da vacina. Ainda sem evidências científicas consolidadas, os relatos de médicos da África do Sul, país onde a nova cepa foi identificada, dão pistas sobre o comportamento do vírus. Os profissionais de saúde reportam sintomas leves entre os vacinados – como febre, tosse, dores de cabeça e garganta -, e hospitalizações entre os pacientes que ainda não se imunizaram.

A África do Sul, primeiro país a detectar a Ômicron, está passando pela quarta onda de covid-19, com casos quase dobrando de um dia para o outro. Ao Estadão, Mvuyisi Mzukwa, que faz parte do conselho diretor da Associação Médica da África do Sul (Sama, em inglês), disse que até o momento a vacina tem garantido que a Ômicron não cause covid grave no país.

Segundo Mzukwa, vacinados que foram infectados pela nova variante apresentam sintomas leves como dores de cabeça, de garganta e no corpo, febre, mal-estar e perda de apetite. “Esses sintomas aparecem principalmente em jovens e em pessoas vacinadas, mesmo que idosas”, disse. O diretor afirmou que “pouquíssimos pacientes tiveram os sintomas usuais da covid”, como a perda do paladar e do olfato.

Ele estima que cerca de 90% dos pacientes hospitalizados com a nova variante não são vacinados. “Precisamos de um pouco de tempo, uma semana ou duas, para termos uma ideia melhor, mas isso é o que vemos até agora: não vacinados ficando hospitalizados, em especial os mais idosos, e até mais jovens que não são vacinados”.

O governador da província de Gauteng, David Makhura, disse em coletiva de imprensa que médicos têm reportado que a preocupação maior com a nova variante são os jovens que não tomaram a vacina, já que, os vacinados têm, segundo dados iniciais, registrado sintomas leves. “Não estamos em pânico, mas estamos preocupados com aqueles que não vieram tomar as vacinas”, diz.

Nesta quinta-feira, 2, as autoridades sanitárias da província mais populosa da África do Sul, que responde por 72% dos casos da nova variante, foram de porta em porta e em escolas pedindo que os jovens se vacinem. Makhura afirmou que a vacina é a melhor arma para reduzir hospitalizações e mortes. “A variante está por aí e os encontros de jovens são um grande risco. A diferença para a onda de dezembro do ano passado é que não tínhamos vacina antes. Agora conseguimos vencer essa onda, não há falta de vacina”, disse o governador, que pediu que os já vacinados com a primeira dose, retornem para tomar a segunda.

O Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis da África do Sul (NICD) disse, na quarta-feira, 1º, que 8.561 novos casos positivos foram registrados nas últimas 24 horas no país. Dos 51.977 testes de covid feitos nas últimas 24 horas, 8.561 foram positivos, o que representa uma taxa de 16,5%.

Na terça, a África do Sul tinha 4.373 novos casos em um dia, com uma taxa de infecção de 10,2%. Essa mesma taxa girava em torno de 1% a 3% no começo de novembro. A África do Sul também registrou 135 novas internações hospitalares nas últimas 24 horas e novas 28 mortes.

Gauteng tinha menos de 100 casos por dia no início de novembro e nesta quarta registrou 6.168 novos casos, levados, principalmente, por jovens de 20 a 24 anos.

Em coletiva nesta quinta-feira, John Nkengasong, diretor do Centro Africano para Controle e Prevenção de Doenças (CDC Africa), disse que dos 52 mil novos casos que o continente registrou na última semana, 31 mil são da África do Sul, causados pelo resultante crescimento da Ômicron.

Segundo Nkengasong, até esta quinta-feira, o continente africano tinha aplicado 235,8 milhões de doses. Dados do Our World In Data mostram que na África, apenas 10,6% da população tomou a primeira dose da vacina.

A África do Sul tem uma das melhores taxas de vacinação do continente, com 34% de sua população imunizada, segundo o CDC africano. Os dados do Our World in Data mostram que oito em cada dez nações africanas não conseguiram imunizar nem 20% da sua população.

“A África já distribuiu 22,4 milhões de doses de vacinas na última semana. Só na última semana, de 25 de novembro até 1º de dezembro, 3,2 milhões de doses das vacinas da Janssen foram distribuídas para alguns países africanos, incluindo Moçambique, Burkina Faso, Ruanda, Egito, Gabão, República do Congo e Etiópia”, afirmou Nkengasong.

Nesta semana, o laboratório farmacêutico sul-africano Aspen conseguiu licença da Janssen para produzir vacinas localmente para distribuição para o continente. “Temos de celebrar, começamos a ver progresso em termos de fazer vacinas no continente”.

Mas, ao Estadão, a fundadora e diretora da Iniciativa para a Justiça em Saúde da África (Health and Justice Initiative), Fatima Hassan, lembra que a discussão para que o laboratório sul-africano produza a vacina já existe há mais de um ano e que até agora nada foi materializado. “Recebemos muitas doses que estavam para vencer. Isso coloca muita pressão na África, você não consegue planejar o que vai acontecer já que as entregas não eram garantidas ou sustentáveis”.

Estadão Conteúdo



PF aponta navio grego como responsável por vazamento de óleo no litoral do RN e mais 10 estados

 

A Polícia Federal (PF) informou, nesta quinta-feira (2/12), que um navio petroleiro de bandeira grega foi o responsável por causar a considerada maior tragédia ambiental por derramamento de petróleo da história do Brasil, ocorrida entre agosto de 2019 e março de 2020. As investigações foram concluídas mais de dois anos após a ocorrência e prevê punições.

O vazamento de 5 mil toneladas de óleo matou milhares de animais e prejudicou a pesca, atingindo mais de 130 municípios em 11 estados, nove no Nordeste e dois no Sudeste. As investigações foram realizadas em parceria com diversos órgãos e instituições nacionais e internacionais.

Os responsáveis foram indiciados pela prática dos crimes de poluição, descumprimento de obrigação ambiental e dano a unidades de conservação. A empresa responderá pelo processo, além dos responsáveis legais, o comandante da embarcação e o chefe de máquinas.

Além dos irreparáveis prejuízos ambientais, o país precisou desembolsar mais de R$ 188 milhões para a limpeza das praias e do mar. O valor será cobrado dos responsáveis pelo vazamento, mas a PF ainda calcula um valor de dano ambiental. Os laudos serão entregues para o Poder Judiciário Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério Público Federal para a adoção das medidas e o cumprimento das punições.

Frentes de investigação

Segundo a PF, as autoridades se debruçaram em três frentes. A primeira avaliou as características da substância, a fim de determinar a procedência do óleo. “Isso se fazia necessário, uma vez que surgiram diversas teorias sobre a origem do material (vazamento de oleodutos, plataformas ou reservas naturais, navios em trânsito ou naufragados, costa da África)”, explicou a polícia.

Os investigadores também buscaram identificar o local exato do início do vazamento, com uso de imagens de satélites e modelos, além de simulações. Para fazerem a conexão, as autoridades solicitaram dados, documentos e informações. Segundo a PF, houve “cooperação nacional e internacional, inclusive com apoio da Interpol”.

“A Polícia Federal, a partir das provas e demais elementos de convicção produzidos, concluiu existirem indícios suficientes de que um navio petroleiro de bandeira grega teria sido o responsável pelo lançamento da substância oleaginosa que atingiu o litoral brasileiro”, disse o órgão, em nota à imprensa.

R7



Controladores de vôo avaliando risco de detritos para a estação

 A estação espacial foi fotografada no SpaceX Crew Dragon Endeavour durante sua partida em 8 de novembro de 2021.

Os controladores de vôo e especialistas em destroços orbitais em Houston estão avaliando o risco potencial de um pedaço de entulho orbital de um foguete Pegasus que pode passar perto da Estação Espacial Internacional na manhã de sexta-feira. O Controle da Missão está trabalhando com os parceiros internacionais da NASA para se preparar para uma possível manobra de prevenção de detritos. A passagem mais próxima é esperada por volta das 5h30 EST da sexta-feira, e a manobra será realizada por volta das 3h da manhã, se necessário. A tripulação da Expedição 66 a bordo da estação não corre nenhum perigo adicional. O objeto 39915 era um pedaço de entulho gerado durante a divisão do objeto 23106 (Pegasus R / B). O lançamento ocorreu em 19 de maio de 1994, e o desmembramento do estágio superior do foguete ocorreu em 3 de junho de 1996.

NASA



RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDA: CAERN LANÇA UM PROGRAMA PARA O CONSUMIDOR TER DESCONTOS NA CONTA


 

Stegouros', o dinossauro intrigante


O Stegouros elengassen, um enigmático dinossauro cuja cauda deixou os cientistas intrigados, foi apresentado por paleontólogos chilenos, três anos depois que seus restos quase intactos foram descobertos na Patagônia, no sul do Chile.

 AFP 



Momento de Suma importância para os microempreendedores de Lajes-RN

 Pode ser uma imagem de 5 pessoas, pessoas em pé e texto que diz "Você de cre seu ne LAJES PREFEITURA"

Ontem, o Prefeito Felipe e o Secretário de Financas e Planejamento, José Anchieta, estiveram no Centro Pastoral, em um evento muito especial para os microempreendedores da nossa cidade.
A AGN (Agência do Fomento do Rio Grande do Norte), em parceria com a Prefeitura, disponibilizou um valor de mais de R$100 mil em crédito, beneficiando 20 cidadãos lajenses.
👏✅

Todos os 14 passageiros que desembarcaram na Holanda com a Ômicron eram vacinados

 

Todos os 14 passageiros dos voos de 26 de novembro da África do Sul para a Holanda, que mais tarde foram diagnosticados com a variante Ômicron do coronavírus, foram vacinados, disseram autoridades de saúde holandesas nesta quinta-feira (2).

Um porta-voz do Instituto Holandês de Saúde (RIVM) confirmou o status de vacinação dos 14 com base em uma investigação da autoridade regional de saúde que supervisiona o Aeroporto Schiphol de Amsterdã.

A variante Ômicron do coronavírus foi detectada na Holanda em testes coletados nos dias 19 e 23 de novembro, antes de a África do Sul relatar a nova cepa à Organização Mundial de Saúde (OMS), no dia 24 de novembro.

A descoberta coloca uma nova data de entrada do vírus em território holandês, antes portanto de dois voos que chegaram da África do Sul na semana passada trazendo o vírus, disseram autoridades de saúde holandesas na terça-feira (30).

(Reportagem de Toby Sterling; edição de Peter Graff, com informações de Anthony Deutsch e Bart H. Meijer da Reuters)




São Paulo cancela réveillon e mantém obrigatoriedade do uso de máscaras

 

O secretário de Saúde da cidade de São PauloEdson Aparecido, confirmou o cancelamento do réveillon na capital paulista na manhã desta quinta-feira, 02. A desobrigação do uso de máscaras ao ar livre no município a partir do dia 11 de dezembro também foi cancelada. A informação será reforçada pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) em coletiva de imprensa em Nova Iorque, por volta das 10h30 da manhã. Um estudo da Vigilância Sanitária esperado para o próximo dia 5 ficou pronto na noite da última quarta-feira, 1º de dezembro, e foi encaminhado a Nunes com as recomendações de cancelamento. O estudo mostra que a cidade está com bons índices de vacinação, queda do número de mortes, internações e casos da Covid-19, mas reconhece a ameaça da nova variante Ômicron. “Ficou pronto o estudo da Vigilância Sanitária ontem à noite. Apesar dos dados positivos da capital, mas com o surgimento da nova variante, ela indica a manutenção do uso de máscara e o cancelamento da festa de réveillon”, disse Aparecido.

Segundo o secretário de Saúde, apesar do cancelamento da festa na Avenida Paulista, com shows e grandes aglomerações de pessoas, outras festas particulares e menores, em clubes e restaurantes, por exemplo, devem continuar com permissão para ocorrer. A cidade de São Paulo não deverá passar por mudanças no plano de restrições. Edson Aparecido afirmou ainda que enviou um ofício para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), solicitando uma nova redução de tempo para vacinar a população com a dose de reforço. Atualmente, o intervalo entre a segunda e a terceira dose é de cinco meses, após uma redução feita pelo Ministério da Saúde, e a prefeitura de São Paulo quer que se torne de quatro meses. O secretário de Saúde ainda disse que a capital paulista já tem vacinas suficientes para aplicar imediatamente se o intervalo for reduzido. Sobre o Carnaval de 2022, Aparecido pontuou que nenhuma decisão foi tomada até o momento e que a questão só deverá ser definida no começo do próximo ano.

JOVEM PAN 



Fim da gratuidade do circular da UFRN deve atingir pelo menos 14 mil alunos

 

O fim da gratuidade no sistema de transporte que dá acesso à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ameaça afetar pelo menos 14.528 mil alunos. O ônibus passou a ser pago a partir desta quarta-feira (1º) após mudança anunciada pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), que alega desequilíbrio no sistema de transportes de Natal.

A pasta aponta que a cobrança é temporária e que a gratuidade pode ser retornada à medida que as aulas na universidade voltem. O anúncio gerou reclamações na comunidade estudantil, que promoverá um ato em frente à secretaria nesta quinta-feira (02), às 10h.

De acordo com dados da Superintendência de Tecnologia da Informação da UFRN, em relação às cidades limítrofes à Natal, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Parnamirim, a universidade possui 6.213 estudantes matriculados em cursos. Já em relação a discentes de outras cidades da Grande Natal, como Extremoz, Ceará-Mirim, São José de Mipibu, Nísia Floresta, Monte Alegre, Vera Cruz, Maxaranguape, Ielmo Marinho, Arês, Goianinha e Bom Jesus, são 8.315 alunos. O quantitativo leva em consideração os níveis acadêmicos: Básico, Fundamental, Médio, Técnico, Graduação e Pós Graduação.

Tribuna do Norte



Senado vota hoje (02) medida que cria Auxílio Brasil

 

Foto: Divulgação

O Senado vota nesta quinta-feira a medida provisória (MP) que criou o programa Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família e novo programa social do governo de Jair Bolsonaro.

Já aprovada pela Câmara, a medida precisa ser analisada até a próxima terça-feira para não perder validade. O prazo curto deve fazer com que a medida seja aprovada sem alterações.

O relator da MP, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), disse ao GLOBO que não fará mudanças no texto.

— Não vou deixar caducar (perder validade) nas minhas mãos, não vou fazer mudanças para não correr o risco — afirmou.

Ele disse que a Câmara ampliou o benefício, previsto inicialmente para atender 17 milhões de pessoas. Esse número subirá para 20 milhões.

O relator afirmou que ainda não está claro se o governo consegue pagar um benefício de R$ 400 para essa quantidade de famílias, mas que não irá alterar esse ponto.

O Globo



Após ouvir secretário de Saúde, CPI da Covid é prorrogada por mais quinze dias

 

Foto: Reprodução / ALRN

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte terá um prazo mais amplo para finalizar seus trabalhos. Na reunião dessa quarta-feira (1º), os deputados aprovaram a prorrogação dos trabalhos por 15 dias, dando prazo de finalização até o dia 17 de dezembro.

A data é considerada suficiente pelos parlamentares para a finalização dos trabalhos, incluindo as informações dos demais depoentes. O secretário de Saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia, foi ouvido e tratou sobre os contratos em apuração.

Investigado em 11 dos 12 contratos, Cipriano Maia teve a oitiva mais longa da CPI da Covid. O parlamentar respondeu aos questionamentos dos parlamentares, principalmente com relação às tratativas com fornecedores e à adesão a uma compra coletiva de respiradores através do Consórcio Nordeste.

Cronograma

Na reunião, ficou definido que a CPI vai ter seu desfecho no dia 16 de dezembro, um dia antes do prazo final. Até lá, os deputados ainda vão ouvir, na quinta-feira (2), serão ouvidos Carlos José Cerveira de Andrade e Silva, auditor-geral da Control, na condição de convidado, Luciana Daltro de Castro Pádua Bezerra, assessora Especial do Governo do RN, também na condição de convidada, além dos investigados Fernando Galante Leite e Cleber Isaac Souza Soares, para falar sobre a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste. Ambos serão ouvidos através de videoconferência.

Para a próxima semana, está prevista para o dia 9 a leitura do relatório do deputado Francisco do PT. Para o dia 15, haverá a apresentação de sugestões, enquanto no dia 16 será votado o relatório com as modificações que forem aprovadas.

Por dentro do RN



ÔMICRON NO MUNDO: Variante já está em pelo menos 25 países

 

Foto: Divulgação

Os Estados Unidos registraram, nesta quarta-feira (1º), o primeiro caso de Covid-19 ligado à variante ômicron do coronavírus, informou o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Além dos EUA, há casos confirmados desta mutação – identificada pela primeira vez na África do Sul -, em ao menos outras 24 nações

Autoridades sanitárias da Califórnia disseram que a nova variante do vírus foi identificada em um paciente do estado, que está em isolamento.

“O indivíduo era um viajante que voltou da África do Sul em 22 de novembro de 2021”, disse o CDC em comunicado. Anthony Fauci, conselheiro da força-tarefa da Casa Branca no combate ao coronavírus, disse em entrevista coletiva que o primeiro infectado recebeu duas doses da vacina e apresenta sintomas leves.

Nenhuma das atuais vacinas contra a Covid-19 evita 100% a infecção e a transmissão. No entanto, as chances de o vacinado se infectar e transmitir são menores – e de desenvolver uma doença grave são menores ainda.

G1