quarta-feira, 29 de março de 2017

Briga com Record, SBT e Rede TV! vem no pior momento possível para as operadoras de TV paga



Fonte:Diário de Pernanbuco 

Desde a sexta-feira (24), as emissoras SBT, Record TV e RedeTVpassaram a veicular uma mensagem anunciando que o seu conteúdo não estará mais disponível nas operadoras de TV fechada Sky, Net, Claro e Embratel. De acordo com eles, "estas empresas se recusam a negociar os direitos de transmissão, [...] ao contrário do que já fazem com grupos estrangeiros e até com emissoras nacionais". A interrupção ocorrerá a partir desta terça-feira, em São Paulo. Em Pernambuco, será no dia 26 de julho. 

A retirada do conteúdo ocorrerá por conta do fim do sinal analógico de televisão, que representa também o fim da obrigatoriedade dessas empresas em transmitir seus sinais de forma gratuita. Dessa forma, SBT, Record TV e RedeTVse uniram e anunciaram a criação da Simba Content, uma joint venture elaborada para negociar e promover a volta da programação para a TV fechada. As três emissoras afirmam que ainda estão negociando para que o sinal não seja interrompido, mas a "intransigência" das operadoras é a verdadeira causa do problema.

"A Record TV, a RedeTV e o SBT se uniram para formar a Simba Content, a mais variada e completa programação, com o maior elenco de estrelas e apresentadores, presente em todo o território nacional", explicam Ratinho, Rodrigo Faro e Luciana Gimenez no vídeo de divulgação do material, que conta com a presença de nomes das três emissoras, como Gugu, Xuxa, Danilo Gentilli, Marcos Mion e Eliana. Ainda não há informações a respeito de quando a Simba passará a funcionar.

Assista ao anúncio:


"Dá pra ficar sem diversão e o esporte da RedeTVE sem os programas de auditório e as novelas do SBT? Ou sem o jornalismo e a teledramaturgia da Record TV? Não dá pra ficar sem", defendem os apresentadores. Nas redes sociais, celebridades das empresas se pronunciaram sobre a novidade e a interrupção do sinal. "Quem mais perde é você! Nosso telespectador das operadoras de TV a cabo, que tem nosso respeito e que paga direitinho para as operadoras. Por que elas repassam parte desse dinheiro para alguns canais e não para a RecordSBT e RedeTV?", questionou Marcos Mion.