terça-feira, 11 de abril de 2017

Polícia prende dois envolvidos na máfia dos transportes piratas no DF






Keven Garcia
keven.garcia@gmail.com
Dois homens foram presos, na manhã desta terça-feira (11), suspeitos de participar da máfia dos transportes piratas no Distrito Federal. Ercínio Maxwel Lemes da Silva, de 31 anos, e Pedro Gabriel Silva dos Santos, de 19 anos, foram indiciados por tentativa de homicídio e atentado contra o transporte público. Em 28 de fevereiro, o motorista regular Wanderley Miguel da Silva, de 39 anos, sofreu uma tentativa de assassinato ao ser abordado pelos suspeitos.
De acordo com a Polícia Civil, os criminosos agiam durante o dia. “Os suspeitos fechavam os transportes regulares e obrigavam os passageiros a passar para a van pirata. Quem não obedecesse, eles agrediam”, disse o delegado responsável pelo caso, Fernando Fernandes.
A corporação ainda apreendeu três vans que faziam transporte pirata. Entre elas, segundo a polícia, duas faziam transporte irregular de crianças. Na ação foram localizados também R$ 5 mil em espécie, além de celulares oriundos de roubos ou furtos. Segundo Fernando, a organização atuava com documentos falsificados para dar a impressão de seriedade.

Investigação
Desde o início do ano, a 19ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, já apreendeu 20 veículos envolvidos em transporte irregular. Dentre os acusados, três foram presos por porte ilegal de arma e dois com celulares roubados. Um dos suspeitos preso nesta ação já havia sido condenado por tráfico de drogas.
Saiba mais em Jornal de Brasília
A imagem pode conter: 12 pessoas, pessoas sorrindo, meme e texto