sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Itep-RN realizou cerca de 250 atendimentos durante o Carnaval 2016



O Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) realizou 249 perícias, identificações criminais, necropsias e exames de traumatologia durante o período carnavalesco nas três regionais: Natal, Mossoró e Caicó. A contabilidade das estatísticas do órgão compreende o período de 0h do sábado (6) às 12h da quarta-feira (10).   Nos cinco dias de folia, os peritos do Instituto analisaram 33 locais de crime em todo o estado, 19 deles relacionados a mortes violentas por uso de arma de fogo. Natal concentrou o maior número de atendimentos de perícias, foram 28.   “Tivemos acionamentos das equipes de criminalística das três unidades nesse período. O perito da Subcoordenadoria de Caicó, por exemplo, que não tem habitualmente e nós escalamos para diminuir o tempo de resposta durante a operação “Carnaval Mais Seguro 2016”, foi até o município de São Vicente, onde uma criança de oito anos foi encontrada morta dentro de um açude”, disse o diretor geral do ITEP, Odair Júnior.   Os atendimentos no setor de traumatologia – exames de corpo delito, conjunção carnal, lesão corporal, e outros – aumentaram mais de 15%, saltando de 130, em 2015, para 151 esse ano. Além da realização de outros 13 testes feitos pelo Laboratório Forense, em substâncias entorpecentes, apreendidas pelas polícias Civil e Militar.   Este ano, o número de identificações criminais feitas de suspeitos flagranteados, que não possuíam documentos de identidade, totalizou 12, o equivalente ao triplo das feitas no Carnaval passado.   Durante o Carnaval, o ITEP contou com quase 180 servidores para atender a demanda de exames e perícias nas três unidades do Instituto.