quarta-feira, 31 de maio de 2017

Delegado da PF que investigava morte do relator da lava jato é assassinado



Fonte: Thaisa Galvão 

Dois delegados da Polícia Federal foram assassinados na madrugada de hoje em Florianópolis. Elias Escobar, 60 anos, e Adriano Antônio Soares, 47 anos, estavam em uma casa noturna quando houve um desentendimento e os tiros foram disparados.

Coincidência ou não, Adriano era o responsável por investigar as circunstâncias da queda do avião que matou o ministro do STF, Teori Zavascki.

O ministro era o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.
O delegado Adriano Soares era chefe da Polícia Federal de Angra dos Reis desde 2009, e havia sido designado para investigar o caso.